Notícias
Informações do que está acontecendo no mundo.

Como árvore escondida na floresta levou Manaus e Belém ao nível de Paris e Londres — e depois à decadência

0


Plantação de seringueira

Crédito, Getty Images

  • Author, Evanildo da Silveira
  • Role, De Vera Cruz (RS) para a BBC News Brasil

Uma árvore com até 30 metros de altura e 60 centímetros de diâmetro, que vive escondida e espalhada pela Floresta Amazônica.

Ficam distantes alguns quilômetros umas das outras, mas sustentaram por mais de 40 anos, no final do século 19 e início do 20, a riqueza de cidades como Manaus e Belém.

Trata-se da Hevea brasiliensis, planta nativa da Amazônia, da família das euforbiáceas, mais conhecida como seringueira, da qual se extrai o látex — uma seiva leitosa — com o qual se faz a borracha.

Esse produto foi responsável pela chamada “Belle Époque cabocla”, quando as duas capitais do norte do Brasil tinham características que não deviam nada às das principais cidades europeias na época: ruas largas, arborizadas e calçadas, sistemas de abastecimento d’água, luz elétrica, telefone, teatros, palácios, jornais impressos, exposições e espetáculos de música lírica e outros requintes que só as cidades modernas de então disponibilizavam.

Link da BBC News | Brasil

Síntese
Author: Síntese

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.