Notícias
Informações do que está acontecendo no mundo.

De santo ‘cassado’ a guerreiro que vive na Lua: as histórias de São Jorge

0


São Jorge, em pintura do francês Gustave Moreau

Crédito, Domínio Público

Legenda da foto,

São Jorge, em pintura do francês Gustave Moreau

  • Author, Edison Veiga
  • Role, De Bled (Eslovênia) para a BBC News Brasil

Ele está presente na tradição popular, em sambas, no futebol e na toponímia — é considerado o padroeiro do Corinthians e do Rio de Janeiro. Graças ao sincretismo presente no Brasil, acabou sendo também uma das figuras mais importantes da umbanda. Personagem de inúmeras lendas, acabou sendo removido do santoral católico em 1969 — mas sua veneração segue firme e forte.

São Jorge é costumeiramente representado como um guerreiro romano em um imponente cavalo branco. Com sua lança, trucida um dragão. São confusas e imprecisas as informações sobre sua vida, se é que ele existiu de fato.

“São inúmeras as narrações fantasiosas que nasceram em torno da figura de São Jorge”, afirma texto do próprio Vaticano. “Um dos seus episódios mais conhecidos é o do dragão e a jovem, salva pelo santo, que remonta ao período das Cruzadas. Narra-se que na cidade de Selém, Líbia, havia um grande pântano, onde vivia um terrível dragão. Para aplacá-lo, os habitantes ofereciam-lhe dois cabritos por dia e, vez por outra, um cabrito e um jovem tirado à sorte. Certa vez, a sorte coube à filha do rei. Enquanto a princesa se dirigia ao pântano, Jorge passou por ali e matou o dragão com a sua espada. Este seu gesto tornou-se símbolo da fé que triunfa sobre o mal.”

De concreto sobre sua provável existência, há um documento chamado de ‘Passio Georgii’ (em português, ‘A Paixão de Jorge’), reconhecido por um decreto da Igreja datado de 496. “Muitas das informações contidas nesse texto foram criando raízes e se fixando na tradição e no imaginário em torno a São Jorge”, afirma à BBC News Brasil o pesquisador Thiago Maerki, membro associado da Hagiography Society, dos Estados Unidos.

Link da BBC News | Brasil

Síntese
Author: Síntese

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.