Notícias
Informações do que está acontecendo no mundo.

Pedido focado em Bolsonaro e falha técnica: especialistas questionam contestação de eleição pelo PL

0


  • Leandro Prazeres – @PrazeresLeandro
  • Da BBC News Brasil em Brasília

Valdemar da Costa Neto

Crédito, Agência Brasil

Legenda da foto,

Presidente do PL, Valdemar da Costa Neto apresentou um relatório sobre as urnas eletrônicas

O Partido Liberal (PL), do presidente Jair Bolsonaro, ingressou com uma ação nesta terça-feira (22/11) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a invalidação de 59,18% dos votos do segundo turno das eleições presidenciais.

Pouco depois de o PL ter movido a ação que pede a anulação dos votos, o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, assinou um despacho determinando que o processo movido pelo partido abrangesse, também, os votos do primeiro turno.

“As urnas eletrônicas apontadas na petição inicial foram utilizadas tanto no primeiro turno, quanto no segundo turno das eleições de 2022. Assim, sob pena de indeferimento da inicial, deve a autora aditar a petição inicial para que o pedido abranja ambos os turnos das eleições, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas”, diz o documento assinado por Moraes.

O principal argumento do PL é que uma auditoria contratada teria identificado supostas “inconsistências” em arquivos gerados pelas urnas eletrônicas fabricadas antes de 2020 e que isso colocaria em risco a segurança do resultado das eleições. Na prática, se o pedido for atendido, uma das consequências seria, em tese, declarar Bolsonaro vitorioso e não o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Link da BBC News | Brasil

Síntese
Author: Síntese

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.