Notícias
Informações do que está acontecendo no mundo.

Quais alimentos são bons (ou não) para a memória

0


Mirtilos em uma travessa

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

Mirtilos e uvas são ricos em antocianinas, um tipo de polifenóis, que melhoram a flexibilidade dos vasos sanguíneos e o fluxo sanguíneo para o cérebro

No livro No Caminho de Swann, primeira parte do romance Em Busca do Tempo Perdido, do escritor francês Marcel Proust, o sabor de um biscoito madeleine embebido em chá desencadeia instantaneamente uma memória de infância para o protagonista.

Desde então, essa experiência que (quase) todos nós já tivemos — a associação entre memória e comida — ficou conhecida como “momento proustiano” ou “madeleine de Proust”.

Essas recordações associadas a alimentos “são formadas sem qualquer edição consciente”, explicou Susan Krauss Whitbourne, professora emérita de psicologia da Universidade de Massachusetts Amherst (EUA), à BBC Travel.

“Elas envolvem áreas muito básicas e não verbais do cérebro que podem ignorar sua consciência”, explica. “É por isso que você pode ter fortes reações emocionais quando come um alimento que desencadeia essas memórias inconscientes profundas.”

Link da BBC News | Brasil

Síntese
Author: Síntese

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.